Sobre Apometria

Dentro do estudo da mediunidade encontramos uma das técnicas de suma importância para o desenvolvimento do médium a Apometria, que é conhecida também como “viagem astral”ou”desdobramento”, mas o que menos interessa é a nomenclatura. É mister que todo médium tenha conheciento desta pratica e partilhar as experiências conquistadas com seus semelhantes e, por que não junto aos seus mentores. Eu os convido a leitura. 

O  site wikipedia( http://pt.wikipedia.org/wiki/),  é bem didático e explica numa liguagem fácil para entendermos está faculdade mediúnica.  Apometria é o nome dado por certas correntes místicas e religiosas a uma prática que consistiria na emancipação temporária da alma, que poderia se desligar parcialmente do corpo, com o objetivo de promover a cura e o bem-estar.

Sua eficácia seria dirigida tanto ao próprio praticante quanto a outras pessoas previamente selecionadas para participar do tratamento. Etimologicamente o termo se compõe do prefixo grego apo (além) e do radical metria (medida). De acordo com seus teóricos, uma espécie de energia, direcionada pela atuação da força de vontade do terapeuta, e impregnada de amor, seria canalizada na forma de “pulsos magnéticos” para tratar portadores de transtornos psicológicos, doenças genéticas de difícil resposta à terapêutica médica, ou consideradas incuráveis.

A prática surgiu nos anos 60, como uma alternativa de tratamento a doentes desenganados, através do trabalho de sistematização coordenado pelo Dr. José Lacerda de Azevedo no Hospital Espírita de Porto Alegre. Foi ele o responsável pela fixação das Leis da Apometria.

Leis da apometria:

 Primeira Lei: Lei do desdobramento espiritual;

 Segunda Lei: Lei do acoplamento físico;

 Terceira Lei: Lei da ação à distancia, pelo espírito desdobrado;

 Quarta Lei: Lei da formação dos campos-de-força;

 Quinta Lei: Lei da revitalização dos médiuns;

 Sexta Lei: Lei da condução do espírito desdobrado, de paciente encarnado, para os planos mais altos, em hospitais do astral;

Sétima Lei: Lei da ação dos espíritos desencarnados socorristas sobre os pacientes desdobrados;

 Oitava Lei: Lei do ajustamento de sintonia vibratória dos espíritos desencarnados com o médium ou com outros espíritos desencarnados, ou de ajustamento da sintonia destes com o ambiente para onde, momentaneamente, forem enviados;

 Nona Lei: Lei do deslocamento de um espírito no espaço e no tempo;

 Décima Lei: Lei da dissociação do espaço-tempo;

 Décima Primeira Lei: Lei da ação telúrica sobre os espíritos desencarnados que evitam a reencarnação;

 Décima Segunda Lei: Lei do choque do tempo;

 Décima Terceira Lei: Lei da influência dos espíritos desencarnados, em sofrimento, vivendo ainda no passado, sobre o presente dos doentes obsediados.

Gostou? Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s